Está curioso sobre quais as criptomoedas mais importantes? Fizemos uma lista das criptomoedas mais importantes hoje em dia. Aqui estão algumas das principais criptomoedas que você deve conhecer.

Algumas das principais criptomoedas que você deve conhecer

Para elaborar essa lista com as criptomoedas principais, foram levados em consideração alguns pontos, como estabilidade de preço, alta liquidez e histórico dos desenvolvedores. Nesse contexto, a primeira criptomoeda considerada uma das principais da atualidade é:

Bitcoin (BTC)

Com certeza você já deve ter ouvido falar nesta moeda virtual. Lider em investimentos no mercado, o Bitcoin é uma criptomoeda que foi criada em meados de 2009 e desde então vem se desenvolvendo de forma ativa e crescente.

Basicamente, foi com o surgimento do Bitcoin que as criptomoedas começaram a ser notadas no mercado financeiro, sem contar que foi este que abriu caminho para a criação de novos ativos digitais.

Esta moeda virtual traz consigo a tecnologia revolucionária da Blockchain, um poderoso sistema de registros, que garante a segurança das transações financeiras com criptomoedas.

Ripple (XRP)

Normalmente aplicada em sistemas de liquidação bruta em tempo real, a Ripple é uma das 10 criptomoedas principais, que foi lançada em 2012 com o objetivo de oferecer transações financeiras segurais, rápidas e praticamente gratuitas, independente do tamanho da transação.
Um crescente número de empresas e bancos globais cooperam com esta moeda virtual.

O crescimento rápido do preço desta moeda virtual, faz com que esta tenha sido uma escolha para muitas pessoas.

Ethereum (ETH)

Tão famosa quanto a Bitcoin, a Ethereum é uma das 10 criptomoedas principais, que foi criada em 2015, com o objetivo de desenvolver serviços online não centralizados, que tenham como base a tecnologia Bockchain.

Apesar da sua recente criação, grandes empresas tem optado por investir nessa moeda criptográfica. O rápido crescimento da Ethereum poderá fazer, no futuro, com que esta ultrapasse o Bitcoin em termos de valorização e popularidade.

Litecoin (LTC)

Esta criptomoeda surgiu a partir de uma alteração no código criptográfico do Bitcoin e ela foi uma das primeiras a ativar o suporte do protocolo SegWit.

Por anos, a Litecoin ficou atrás das grandes moedas virtuais como o Bitcoin, mas o seu valor tem aumentado consideravelmente.

Além de ser aceite como forma de pagamento por várias empresas, ela também é representada por várias plataformas de trocas no mundo inteiro.

Dash

Lançada em 2014, esta moeda criptográfica atua com transações anônimas e também utiliza uma combinação variada de algoritmos criptográficos, tornando o seu uso mais seguro e confiável.

Além disso, a mineração de Dash necessita de menos energia do que a mineração de Bitcoin, sem contar que as decisões envolvendo o desenvolvimento do sistema são tomadas por todos os membros da rede e não apenas pelos programadores.

A Dash é uma criptomoeda que vem conquistando cada vez mais adeptos.

Ethereum Classic

A Ethereum Classic foi criada em 2016 com o objetivo de preservar a proibição original do Ethereum, inalterado, descentralizado e incontrolável.

Apesar de inicialmente esta moeda ter sido considerada uma criação fracassada, a verdade é que ela vem crescendo intensamente e de maneira estável, graças à política monetária existente no projeto, que não só prevê a redução da recompensa por bloco, como também estabelece a limitação das emissões.

Portanto, estas são algumas das principais criptomoedas da atualidade. Agora basta analisar cada uma delas, para fazer a escolha certa e garantir um bom investimento. Além disso existem diversas outras criptomoedas nas quais pode apostar, dependendo da sua análise de mercado e perfil de investidor.

Na Trade by Trade você pode trocar estas criptomoedas e mais. Registe-se para começar a fazer trading.

As ideias presentes neste blog são puramente informativas e podem refletir a visão e opinião do próprio autor, numa determinada altura e contexto de mercado. Estas não deverão ser utilizadas como aconselhamento ao investimento. O risco implicado no investimento é apenas seu e deverá ser feito apenas após uma análise de mercado detalhada.